ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CBEE

Lançado Portal URUBUs

30.08.17

O Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas tem lançado várias bases de dados e ações que visam fortalecer a conservação da biodiversidade brasileira e reduzir os impactos ambientais da presença de infraestrutura viária (rodovias e ferrovias).

Para facilitar o acesso a estas informações criamos o Portal URUBUs que reúne todas as ações. Também é possível fazer um cadastro e ser informado sempre que tivermos novidades.

Clique no link abaixo e conheça todas as novidades.

https://sites.google.com/ecoestradas.org/urubus/


Rodovias do Paraná estão entre as mais perigosas para os animais

31.07.17

Dados do CBEE reforçam o problema do atropelamento de fauna no Estado do Paraná.

O Paraná aparece atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Desde o que um levantamento chamado de Urubu Info, criado em 2014 pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), da Universidade Federal de Lavras (MG), o sistema já registrou a morte de 457 mamíferos, 230 répteis, 259 aves e 275 anfíbios no Paraná, totalizando 1.221 ocorrências. São Paulo lidera as estatísticas, com 4.309 óbitos. O banco de dados é alimentado pelo público ou instituições parceiras, por meio do Urubu Mobile, um aplicativo desenvolvido para este fim. 

“O atropelamento de animais é um problema mundial e causa mais mortes que a caça e o tráfico de animais silvestres”, afirma o doutor em Ecologia Alex Bager, coordenador do CBEE.

Leia a matéria completa no link - https://goo.gl/pmCngb


Sistema Urubu é certificado pela Fundação Banco do Brasil

25.07.17

O Banco de Tecnologias Sociais é uma base de dados que contempla informações sobre as tecnologias sociais certificadas no âmbito do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. Ele apresenta essas soluções para demandas sociais que podem ser consultadas por tema, entidade executora, público-alvo, região, UF, etc.

As informações sobre as tecnologias sociais abrangem o problema solucionado, a solução adotada, a forma de envolvimento da comunidade, os municípios atendidos, os recursos necessários para implementação de uma unidade da Tecnologia Social, entre outros detalhamentos. São disponibilizados, também, os contatos dos responsáveis pela Tecnologia Social, possibilitando que instituições interessadas em reaplicar ou conhecer detalhes sobre o processo possam entrar em contato direto com as instituições que desenvolveram as tecnologias sociais.

O Sistema Urubu está concorrendo ao Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2017, o resultado deve ser informado no início de agosto.

Você pode acessar nosso cadastro no Banco através do link abaixo.

http://tecnologiasocial.fbb.org.br/tecnologiasocial/banco-de-tecnologias-sociais/pesquisar-tecnologias/detalhar-tecnologia-718.htm


Seja CBEE !!!

18.07.17

Quer empreender? Inovar? Fazer diferente?
Venha para a equipe do CBEE.

Estão abertas as inscrições para o Programa Institucional de Voluntário de IC. A melhor forma de você sair na frente quando os editais de bolsas forem publicados. 
Se cadastre até o dia 30 de julho no link (https://goo.gl/forms/pbZ9StdZtKciuRhH3)
Verifique se você se enquadra nas normas do edital (http://www.prp.ufla.br/wp-content/uploads/2017/07/1-EDITAL-PIVIC-2_sem_2017.pdf)


Ecologia de Estradas.- Tendências e Pesquisas é disponibilizado em formato ePub

10.02.17

O Ecologia de Estradas: Tendências e Pesquisas reúne 18 capítulos divididos em três seções. Uma primeira seção, denominada Tendências, tem três capítulos que abordam o desenvolvimento da Ecologia de Estradas no Brasil, em Portugal e um capítulo sobre a implantação de grandes rodovias na amazônia. Estes capítulos visam disponibilizar um panorama atual da Ecologia de Estradas em diferentes contextos, situando o Brasil em uma retrospectiva histórica de diferentes escalas geográficas. A segunda seção, Métodos de estudo, envolve outros três capítulos que discutem aspectos metodológicos em pesquisa de Ecologia de Estradas. Dois destes capítulos abordam questões de atropelamento de fauna, um em rodovias e outro em ferrovias, enquanto que o terceiro aborda a questão de estudos de ictiofauna impactada por tubulações de rodovias. Estes capítulos são uma excelente introdução àqueles que estão iniciando em Ecologia de Estradas ou que buscam suporte na definição de delineamentos experimentais. Finalmente, a terceira seção, Estudos de Caso, reúne 12 capítulos com resultados aplicados em diferentes questões de Ecologia de Estradas. Seguindo a tendência mundial de priorizar os estudos de atropelamento de fauna na avaliação de impactos de rodovias, são apresentados oito capítulos com estudos em diferentes regiões do Brasil e da Argentina. Estes capítulos envolvem avaliações e, em muitos casos, propostas de medidas de mitigação aos impactos identificados. Os últimos quatro capítulos envolvem estudos de vegetação, paisagem e recuperação de áreas degradadas. Obviamente esta obra não aborda todas as questões inerentes a Ecologia de Estradas, inclusive devido à carência de estudos em diversas áreas, como pode ser observado em discussões de diferentes capítulos. 

Faça o download do livro aqui

Será necessário um aplicativo para leitura de ePub. Em poucos dias o livro estará disponível também para IBooks


Visite nosso site
Visite nossa página no Facebook